segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Discurso falacioso

Tenho pouco tempo. Tenho muitas ideias. Logo, tenho muitas ideias em pouco tempo. Tenho pouco tempo para as ideias que tenho. Tenho muitas ideias para o tempo que tenho. (Não tenho tempo, logo não tenho ideias.) Se tivesse metade do tempo, teria metade das ideias. Preciso de um quarto de tempo para um quarto das ideias. Quero apenas uma ideia. Quanto mais tempo, mais ideias tenho. O tempo que tenho é proporcional à quantidade de ideias. Tenho muitas ideias, logo tenho muito tempo. Preciso de limitar o tempo para limitar as ideias. Divido o tempo em unidades. Conto as ideias que tenho. Tenho uma ideia por cada 100 unidades de tempo. Tenho 100 unidades de tempo, logo tenho uma ideia. Tenho 50 unidades de tempo, logo tenho metade de uma ideia. Perco todo o tempo que tenho para uma ideia. Tenho poucas ideias porque demoro muito tempo a tê-las. Tive uma ideia. Logo, tenho muito tempo. Para ter duas ideias demoro o dobro do tempo. Quanto mais ideias tenho, mais tempo terei para elas. Preciso de ter ideias para criar tempo. (Não tenho ideias, logo não tenho tempo.) Tenho todo o tempo do mundo para as minhas ideias.

5 comentários:

Lourdes disse...

Olá,
O Jorge fez-me chegar até aqui.
Eu que já conheço alguns dos teus escritos e gosto de te ler, cá estou.
Não sei muito bem o que fazes aí, mas com as tuas ideias e as minhas ideias quem sabe se poderemos fazer intercâmbio entre culturas (Belga e Portuguesa) com gente das escolas dos dois países, fica a ideia, o tempo esse logo o dirá.
beijinho da Lourdes

NoKas disse...

Ideias e tempo .... são aquilo que fizeres deles.


(eu tenho muito sono e não tenho tempo de dormir.... quero uma cama de rede aqui no laboratório para poder dormir a sesta enquanto finjo ler artigos científicos de extrema importância)

hbandarra disse...

O tempo aqui está uma porcaria. Uma pessoa até perde a eventual ideia de apanhar um pouco de sol.

Claudette Guevara disse...

o Tempo perguntou ao Tempo quanto tempo o Tempo tem. O Tempo respondeu ao Tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o Tempo tem!

:D

[o cliché do costume...]

OrCa disse...

e eu que venho aqui sem tempo
a tempo de te ouvir bem
digo-te num contratempo
olá e até já também...

;-)