sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Cantiga

Um senhor muito composto atravessa a rua.
(Tem as costas muito direitas.)
Do lado oposto vem uma mulher nua
E encontram-se a meio da passadeira.

Passam à beira um do outro e cada um segue na sua.

A miúda vem formosa e bem segura.

E o senhor espreita,
vê-lhe a traseira
e logo fica cheio de tusa.

O senhor composto fica então muito descomposto
Com a gargalhada nua da miúda que atravessa a rua.

8 comentários:

uxa disse...

... atrevidota, a piquena ...

NoKas disse...

mmmm era fixe era o Brad Pitt atravessar a av d'Auderghem assim... numa manhã de nevoeiro... pode ser?!?!?!

Fábio Reynol disse...

Desculpe pela ignorância lusofônica, mas o que é "tusa"? bjs do Português glicosado do Brasil

Sandra Malandra disse...

Vá Ana, agora tens de encontrar uma forma poética de responder à pergunta do Fábio;)

OrCa disse...

Posso ajudar? 'Tusa' - estado de alma ledo e cego que a fortuna não deixa durar muito; sofreguidão que os sentidos transmitem às partes pudendas (a que alguém chamava fudengas...), por via mais ou menos cerebral, e que pode ter início na observação de um traseiro inspirador que passa e epílogo, as mais das vezes, na contagem solitária dos azulejos, num wc do nosso descontentamento. Ah, mas quando as vontades se encontram, aí se encontra a força vital da Humanidade!...

Quem sabe dizer o quanto um leve cruzar na rua pode incendiar a imaginação...

Não confundir, entretanto, a expressão 'com tusa' com o termo 'contusa', ainda que tantas vezes o infortúnio os leve a aproximarem-se.

;-)

pessoana disse...

Caríssimos,

O nível destas observações é tão mais baixo quanto mais se desce nesta caixa de comentários!

Entretanto descobri que TUZA é um arbusto moçambicano. Há algo entus(i)asmante nisto, ou não?

(Sempre a descer)

Claudette Guevara disse...

Eu não vou comentar neste teor para não fazer o blogue ir à bancarrota!

OrCa disse...

TUZA, arbusto moçambicano? Comentário de cócoras, absolutamente rebaixado: será da família da sarça ardente ou algum descendente transviado do pau de cabinda?

Vá, não puxes por mim...