terça-feira, 30 de junho de 2015

Shake to shuffle

O meu iPod pode muita coisa.
É pequenino, fininho e inofensivo, mas dá-me muita música. Além disso, tem o poder mágico de transformar o mundo.
Quando quero mudar de banda sonora, agito o iPod no ar e ele muda de ideias. Põe outra música qualquer. E o mundo altera-se.
Eu abano e ele abana, o mundo transforma-se.
Alguém chamou a isto Shake to Shuffle.

Era bom que o mundo fosse um pouco mais parecido com o meu iPod.
Uma pessoa abanava-o e ele mudava de paradigma.
Seria um mundo completamente diferente. Todas as vezes diferente.
Admiravelmente novo e renovado. Modificado.
Com outro ritmo, outro tom, outra música.
Uma pessoa shake e ele shuffle.

Seria uma proeza ao estilo da Dorothy, que batia com os pés no chão e ia parar à Terra de Oz.

Apetecia-me passear na Terra de Oz com o Homem de Lata.
Em vez disso, vou sair para a terra bruxuleante de Bruxelas.
Mas vou bater com os pés no chão na mesma. Só para abanar um bocadinho.

4 comentários:

Sara Bandarra disse...

Gosto.

ALF disse...

Bate lá com os pés com toda a força, ó Dorothy, a ver se sacodes a dívida grega para algum exoplaneta, os migrantes periclitantes para terra firme e os terroristas diurnos e quase diários para o diabo que os carregue... se eu tivesse um aipóde (dos novos) tentava ajudar (mas pelos vistos não resulta - bate lá mas é com os pés no chão!)

Miuxa disse...

Não sei se a coisa requer uns sapatos de rubi.
Eu, que estou numa fase da vida um bocado complicada para algumas mulheres, também preciso de vez em quando que alguém me shake para o meu humor shuffle.
Já experimentei bater com os calcanhares um no outro, mas os meus sapatos são apenas de camurça azul :-)
Saudades.

Bonamassa disse...

SHAKE IT BABY!