segunda-feira, 18 de junho de 2012

Previsão Meteorológica, Bruxelas

Sete horas e só o tempo acontece, nada mais. No céu, nuvens densas e escuras. Não, uma só nuvem densa e escura. Possibilidade de precipitação: 80%. Cada vez mais densa, cada vez mais escura. Períodos de céu muito nublado. Máximas previstas para hoje: 18º C. Sete e três. Trevas. Condições favoráveis à ocorrência de trovoada e aguaceiros fortes. Qualquer coisa surge, mas não o dia, não o sol. No céu, branca e intermitente, uma luz acende e apaga. Uma luz acende e apaga, mas ninguém vê, porque as pessoas não veem quando dormem. Humidade: 60%. As pessoas dormem. Qualquer coisa acontece. Sete e um quarto. Um estrondo magnífico, de Juízo Final. As pessoas que dormem acordam. As pessoas que dormem levantam-se, descabeladas, espreitam o céu com os seus olhinhos pequenos. Nos seus olhinhos, qualquer coisa acontece. Qualquer coisa terrível, terminante. Previsível. O vento sopra moderado de sudeste. Sete e dezoito. Eventual formação de lençóis de água. As pessoas que dormem tomam banho. Penteiam os cabelos, vestem-se, saem de casa. Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano. As pessoas que dormem enfiam-se num buraco muito fundo. Sete e trinta e nove. Um homem toca saxofone no buraco muito fundo. As pessoas que dormem ouvem. Um bramido de outro mundo e o metro chega. Previsível. Possibilidade de inundações de estruturas urbanas subterrâneas. As pessoas que dormem entram no metro e partem. Qualquer coisa acontece. Qualquer coisa terrível, terminante. Mas as pessoas que dormem não veem. Dentro dos seus olhinhos, um céu muito nublado, possibilidade de aguaceiros. Uma luz intermitente que acende e apaga. Mínimas: 12º C.
Farta desta terra.
(A chamada gota de água.)

7 comentários:

Sara Bandarra disse...

bem vinda a PORTUGAL!!!!
Períodos de céu muito nublado.
Aguaceiros fracos e pouco frequentes até ao meio da manhã.
Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) predominando de
noroeste, soprando moderado (20 a 35 km/h) no litoral,
em especial durante a tarde e nas terras altas.
Neblina ou nevoeiro matinal.
Pequena descida da temperatura máxima no litoral Centro.

Acho que é melhor.....ups

miuxa disse...

Previsões ? Pelo que me foi dado perceber, baseiam-se em estatísticas. São processadas por super-computadores. Falham muitas vezes. As máquinas não percebem nada do tempo, nem sequer se conseguem defender sózinhas contra a ferrugem. Condições metereológicas são humanizantes. Mantêm-se com uma margem de imprevisibilidade interessante. Nuvens são muitas vezes chuva. Chuva é vida. O betão é que impede a reunião com a Terra. Levanta os braços ao Céu, com quarda-chuva ou sem ele, e agradece a chuva. Mas és sempre bem-vinda aos chuviscos portugueses ...

pessoana disse...

HAHAHAH!
Agora ri-me.
Gosto destes vossos acrescentos!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.