segunda-feira, 26 de maio de 2014

O Supergigante vem aí a correr



O Supergigante vem aí a correr. Deve estar com pressa.
Eu também estou com pressa. Enquanto ele vem e não vem, vou limar as unhas. Estão mesmo feias. E a seguir vou pintar as unhas e depois vou ler uma banda desenhada e depois vou pedalar na bicicleta.
A espera dá tempo para tudo. Por exemplo, neste momento estou na varanda a apanhar sol belga e a comer pistácios. 
Há aqui um pistácio mais retraído, vou tentar abri-lo. Eu gosto dos pistácios que dão luta. 
Afinal não li uma banda desenhada. Fiz outras coisas.
Já parti uma unha a tentar abrir o pistácio retraído. Depois insisti e magoei-me. 
Agora estou a chuchar no dedo e a escrever sobre o pistácio retraído.
Mais valia fazer-me à estrada. O Google diz-me que, daqui ali, são dois mil quilómetros e que, se eu fizer metade do caminho a pé, vou demorar mais de 200 horas. 
Se for a correr, devo demorar 100. 
Se for de bicicleta, talvez demore 50.
Neste momento estou a fazer o almoço. A seguir vou almoçar e depois vou encher os pneus.
Eu corro para o Supergigante e o Supergigante corre para mim.

1 comentário:

Bonamassa disse...

SUPERGIANT ROCK