segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

O nevoeiro parado no tempo

Se eu fosse uma pessoa dada a números, frações e percentagens, diria que são 11 e 11 da manhã, que o mês de janeiro já vai a dois terços e que 5% de 2014 já foi com os porcos. Também diria que não tarda faço 7 anos de Bruxelas e isso até deve ser um motivo para soprar as velas e desejar qualquer coisa, mas felizmente sou dada a palavras e não tenho apetência para o desejo, por isso digo só que as pessoas já pararam de me desejar "Bom ano!", porque o ano já começou há bué e a vida nunca está quieta, vai por aí fora de saltos altos num passo nervosinho, o que é bastante esquisito, porque eu ia jurar que o dia de hoje nunca mais passa e este nevoeiro ficou parado no tempo. Mas, em rigor algébrico, a verdade verdadinha é que este dia já vai quase a 50%, o que quer dizer que tenho de concluir os meus afazeres em metade do tempo. Isto também quer dizer que passo o tempo a perder tempo. Humidade: 93%.
Deve ser um grande stress pensar em números.
Olha-me para este nevoeiro.
Nunca mais passa.

4 comentários:

Sara Bandarra disse...

Parabéns pelos 7 anos.
Bem recheados, sem dúvida.

Bonamassa disse...

BRUSSELS BLUES (version 7)

Eu disse...

És mesmo 100%. Pensando melhor tudo e' matemática ahahahah

Miuxa disse...

Continuo à espera do correio ... Deve ter-se enganado no número da porta. Ou deitou contas à vida e ficou com a encomenda :-)