domingo, 11 de agosto de 2013

Orange marmalade

Eu nunca gostei de doce de laranja, porque o doce de laranja não é doce, é uma coisa amarga, e eu não gosto de me sentir enganada. Há anos que não toco em doce de laranja. Mas no outro dia, não sei porquê, senti-me mais velha e decidi tentar outra vez. Foi logo de manhã, sem pensar muito, num rasgo de curiosidade e ousadia. Uma amiga tinha trazido o frasco de Londres, very typical. Era um frasco gorducho. Trazia o nome Orange marmalade na tola e dizia por baixo since 1885, que é sempre uma longevidade que impõe algum respeito, são várias gerações de marmelada. Abri o frasco, barrei o pão e trinquei. De novo um arrepio na espinha acompanhado de uma dor aguda no céu-da-boca, que coisa horrível. Continuo a odiar doce de laranja. Fechei o frasco e devolvi-o ao frigorífico. A minha vida, felizmente, continuou como dantes, doce e não amarga.  
Há coisas que realmente não mudam. 
E eu, apesar de não ser pêra doce, sou esta doçura de pessoa. Não há nada a fazer.

5 comentários:

Miuxa disse...

:-)

Sara Bandarra disse...

EHEH

Bonamassa disse...

Orange marmalade = Lemos tree blues

Bonamassa disse...

Orange marmalade = Lemmon tree blues

Magui disse...

Pois eu gosto do sabor agri-doce.Doce de laranja com casca e tudo.

Ah! E dos teus contos, ora doces, ora ácidos q,b.