quinta-feira, 14 de abril de 2016

Oliveirinha

Hoje vi uma oliveira. Estava pousada na florista de esquina. E ainda não era bem uma árvore, era um esboço de árvore. Tinha trinta centímetros de altura. Era uma oliveira minorca.
Eu cantei baixinho: "Oliveirinha da serra, o vento leva a flor".
A oliveira olhou para mim com os seus olhinhos de azeite e respondeu numa voz minúscula:
"Ó i ó ai, só a mim ninguém me leva".
Comovi-me.
Disse-lhe logo: "Eu levo-te". E levei-a mesmo.
Eu e a oliveirinha a cantar pela rua.
Pousei-a no gabinete. Ao lado da Yara Kono.
Acho que se vão dar bem.


2 comentários:

Bonamassa disse...

THE OLIVE TREE BONSAI ( Country Blues )

buba disse...

tem graça, tenho um calendário igual ao teu. E a tua oliveirinha é muito fôfa!
Bj